No próximo final de semana, comemora-se o Dia do Perdão. Pode parecer bobagem e, apenas mais uma data no calendário. Mas afinal de contas, você já ficou um tempo sem falar com alguém? Teve dificuldade de perdoar uma atitude?

Nos dias de hoje, vejo o quanto nós somos rancorosos, e se você leu e tirou o cavalinho da chuva! Pare e reflita. 

A cada dia vejo mais casais se separando, irmãos perdendo contato um com outro, amigos de infância se distanciando…tudo por dificuldade de perdoar.

perdao-01

O que é o perdão? O perdão é o ato de se desprender do ressentimento. Vem do coração, é sincero, generoso e não fere o amor próprio do ofensor. Não impõe condições humilhantes, tampouco é motivado por orgulho ou ostentação.

Entenda o que está envolvido em perdoar. Perdoar nem sempre quer dizer que você precisa esquecer ou minimizar o erro. Mas sim, entender o que aconteceu, se colocar no lugar do outro e muitas vezes, apenas aguardar a magoa passar.

Se for necessário, converse sobre o problema. Explique calmamente o que ofendeu você e por que ficou magoado. Não faça acusações nem conclua que o que aconteceu foi de propósito. Isso só vai deixar a outra pessoa na defensiva. Simplesmente diga como as ações dela afetaram você.

Pense nas consequências de não perdoar. Alguns especialistas dizem que guardar ressentimento aumenta o risco de problemas físicos e emocionais, incluindo depressão e pressão alta. Isso sem contar o dano que causa ( ficar sem falar com aquela pessoa que tanto te ama, por exemplo).

perdoar-01

Sei que as vezes, não é tão fácil assim.

Eu mesma, escorpiana de carteirinha tenho muita, muita dificuldade em perdoar. Mas sempre faço esse exercício. Vale a pena!

Achei duas frases que podem ajudar também:

Quando você se concentra nos defeitos da pessoa é muito fácil esquecer todas as qualidades que ela tem. Lembre-se: ninguém é perfeito — nem mesmo você.

O problema é tão sério assim? Preciso insistir num pedido de desculpas ou posso simplesmente deixar para lá e perdoar?

Enfim, aproveite esse post para refletir! Peça desculpas para alguém que você acha importante. Perdoe quem você quer por perto.

Compartilhe:

Dividir ao invés de acumular. Esse é o lema da economia colaborativa. No centro da economia colaborativa estão empresas e pessoas que surgiram com a idéia do desapego. Variações do compartilhamento pessoa-para-pessoa (peer-to-peer). Carros, alimentos, moradia, informação, tecnologia, até mesmo roupas e acessórios, entre outras bens.

Esse conceito tem se provado um movimento revolucionário e que vem dando certo. Não só pela economia de dinheiro (ou pelo dinheiro que você ganha) mas pela oportunidade de viver algo novo, pela experiencia.

A cada dia, descobrimos situações com o conceito de economia colaborativa. Um dos pontos mais favoráveis à disseminação da economia colaborativa é ser um modelo vantajoso tanto para quem oferece quanto para quem contrata um serviço. Os intermediários e os custos de uma estrutura formal de comércio, são eliminados.

Você já pensou nisso? Será que você nunca participou dessa corrente?
Quer começar? É fácil, confira algumas opções:

economia-colaborativa-01

Hospedagem – Quem nunca ouviu falar no Airbnb? Nós mesmas já falamos várias vezes aqui. É uma plataforma onde você pode alugar cômodos vagos e imóveis por temporada. A empresa atualmente, tem um valor de mercado superior ao de grandes grupos hoteleiros, como o Hyatt. Só em 2014, os empreendimentos colaborativos movimentaram mais de 110 bilhões de dólares em todo o mundo, segundo a revista Forbes.

Bazares de Trocas e Brechós – Não precisa ir muito longe, cOm certeza no seu bairro tem um brecho. Esses espaços vem ganhando espaço nas grandes cidades. Você consegue boas roupas com preços camaradas! Curitiba, no Paraná é um exemplo que como pode funcionar esse tipo de comercio. Mas se você não tem essa opção, você pode organizar um bazar de troca com suas amigas, familiares e vizinhos! Troque o que você não quer mais por uma peça que sua amiga já enjoou 😉

Carona Compartilhada – Ter um carro hoje não é fácil. Gasolina, Custo de Manutenção, Estacionamento, Etc. Que tal alugar um carro apenas quando precisar? Ou melhor, pegar uma carona com alguem? Atualmente existem vários aplicativos ou grupos de caronas.

Escritório compartilhado – Trabalhar cada dia em um lugar novo, conhecer pessoas novas, trocar informação de marcado. É essa a tendencia no mundo corporativo, os coworkings tambem estão ganhando espaço e se alastrando nas capitais.

Colocar na ponta do lápis o tamanho da economia que pode ser feita com o compartilhamento pode ser um bom incentivo para começar. Então, vamos lá 😉

Compartilhe:

Um assunto que bombou nas redes sociais na última semana, foi sobre a pílula rosa. Feministas comemoraram a novidade, Machistas questionaram a eficácia e as Vovós estranharam o assunto.

Para quem não sabe a novidade: a Pílula Addyi foi aprovada pelas autoridades que regulam medicamentos nos EUA e deve começar a ser vendida por lá a partir de outubro.

Como-funciona-a-Pílula-Rosa-o-Viagra-feminino

A dopamina é uma substância que ajuda a transmitir a sensação de prazer. Se a quantidade de dopamina diminui, o interesse sexual também. O pílula rosa ajudará a balancear a quantidade dessa substância. Esse princípio ativo é a flibanserina, que foi desenvolvida também como antidepressivo.

Críticos dizem que o remédio é pouco eficaz, mas a droga é uma conquista feminina, afinal, o bem-estar e a saúde sexual da mulher, ganha um novo aliado. Se os homens têm remédios para quando não conseguem fazer sexo, por que as mulheres não?

Cerca de 27% das mulheres sofrem com a falta de desejo sexual. Muitos fatores podem levar ao problema, como sobrecarga de afazeres no dia a dia, cobranças no trabalho, demanda de atenção dos filhos, crises no relacionamento de longa data, problemas com o próprio corpo, entre outros. 

Um estudo já foi realizado na Itália para comprovar a eficácia do produto. Depois de oito semanas tomando a pílula, dois grupos voluntários, um de mulheres entre 40 e 50 anos e outro de mulheres entre 37 e 45 anos, relataram melhora na vida sexual.

Nem tudo são flores, os efeitos colaterais são pesados: tontura, mal-estar, quedas grandes de pressão e até desmaios – principalmente se a mulher tomar bebida alcoólica.

Compartilhe:

Vauban. É o nome da cidade onde tudo isso acontece!

Estamos vivendo um período onde todos (ou quase todos) estão buscando uma alternativa para uma vida mais saudável, mais sustentável e até mais feliz. Melhorar a qualidade de vida, reduzir a poluição, reutilizar e reciclar materiais, racionalizar o uso de água e energia…são itens que começaram a entrar em pauta. Não é mesmo?

Acho que temos muito a fazer, mas começar a pensar, já é um começo 😉 Então, vamos lá: O que você faz para melhorar sua qualidade de vida? O que você faz para melhorar o planeta?

Enquanto nós começamos, tem um exemplo muito bacana. A cidade de Vauban, em Freiburg, na Alemanha.

cidade eco-01

A cidade se tornou um modelo de cidade sustentável, desde meados dos anos 90. Em 1993 iniciou-se o planejamento da cidade, e já nos anos de 1995 e 1996 foram feitos encontros comunitários para conscientização sobre o uso de energia. Em 1998 começaram as primeiras construções e em 2006 o projeto de Vauban estava concluído e funcionando!

A cidade foi planejada para até 5.000 habitantes.

As casas foram construídas para funcionar como micro usinas de geração de energia elétrica. E todas as casas geram mais do que necessário para a família. Doando o excedente para o coletivo, para os espaços públicos.

A reciclagem é outro aspecto, todos os resíduos gerados são totalmente separados em coletores espalhados pela cidade e cerca de 65% desses resíduos são reciclados. O meio de transporte oficial são as bicicletas. E para evitar a circulação de automóveis nos bairros, foram criados estacionamentos para visitantes nas vias periféricas.

O que você achou? Está muito fora da nossa realidade mas é um exemplo que como as coisas simples da vida podem ser prazerosas. Não é mesmo?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe: