Falar em saúde, não é só se manter em forma, então hoje vou trazer um assunto importante e alarmante principalmente no estado de São Paulo: a Dengue! A crise hídrica tem contribuído para este quadro, devido à água que os moradores estão estocando incorretamente nas residências.

Antes era raro encontrar alguém que já teve dengue, hoje em dia é comum ter alguém do seu convívio com a doença. Eu mesmo, posso citar ao menos 5 casos de amigos/familiares que sofreram com a doença nos últimos meses, eu também tive uma suspeita e até provavelmente a tive em um grau leve.

Em São Paulo, estamos sofrendo um surto, já são aproximadamente 220.000 casos de pessoas que foram infectadas e em torno de 100 mortes no Estado.

A Dengue como doença se dá através do mosquito transmissor Aedes aegypti. Já existem quatro tipos diferentes de vírus: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4.

Aedes-aegypti

Os sintomas mais conhecidos da Dengue Clássica são: febre alta, fraqueza, dor de cabeça, dor no corpo e nas juntas, dor no fundo dos olhos, SEM resfriado ou coriza. Estes sintomas, acrescidos de dor abdominal contínua, suor intenso e queda de pressão podem caracterizar a Dengue Hemorrágica. A presença de dois sinais combinada com febre alta é indicação para procurar o serviço médico.

sintomas

Não espere apenas que o Governo tome medidas cabíveis quanto a propagação da dengue, faça sua parte! A gente ajuda você com alguns dicas de como eliminar os pontos de acúmulo de água e que servem de criadouro para o mosquito em nossas residências:

  • Pratos de vasos de plantas devem ser preenchidos com areia;
  • Tampinhas, latinhas e embalagens plásticas devem ser jogadas no lixo e as recicláveis guardadas fora da chuva;
  • Latas, baldes, potes e outros frascos devem ser guardados com a boca para baixo;
  • Caixas d’água e reservatórios de água devem ser mantidos fechados com tampas íntegras sem rachaduras;
  • Piscinas devem ser tratadas com cloro ou cobertas;
  • Pneus devem ser furados ou guardados em locais cobertos;
  • Lonas, aquários, bacias, brinquedos devem ficar longe da chuva;
  • Entulhos ou sobras de obras devem ser cobertos, destinados ao lixo ou “Operação Cata-Bagulho”;
  • Cuidados especiais para as plantas que acumulam água como bromélias e espadas de São Jorge, ponha água só na terra.

Compartilhe as informações com amigos e familiares, juntos podemos fazer melhor!

dengue-nao

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *