Oi, gente!
Hoje vou contar para vocês um pouquinho sobre um dos lugares que mais gostei das minhas férias na Europa. :)  Quando estávamos programando a viagem, eu, que nunca tinha ido pra lá, escolhi ir para Londres, Paris e Barcelona. Minha irmã, que já conhecia os “clichês europeus”, tinha Dubrovnik em sua listinha de lugares para conhecer. Assim, sem saber muito o que esperar, desembarquei na Croácia, no Zračna luka Dubrovnik (Aeroporto de Dubrovnik, em croata).

Dubrovnik é uma cidade litorânea que fica no extremo sul da Croácia, lá na pontinha, banhada pelo mar Adriático. Como vocês vão ver nas fotos, o lugar tem uma beleza natural estonteante!

Dubrovnik - Croácia

A maior atração da cidade é conhecida por Stari Grad (traduzindo: cidade velha), que é considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO. Para entrar na cidade, há uma porta, com uma ponte levadiça e ao passar por ela, dá pra se sentir em outra época, em outro mundo!

A cidade velha fica coladinha na costa e ela é toda murada – as muralhas de Dubrovnik, outro grande destaque da cidade, são construções militares, feitas de pedra, que cercam a cidade e estão super bem conservadas! Nas duas fotos abaixo acho que dá pra entender melhor como elas são…

Fiz um tour por Stari Grad e o guia nos contou detalhes sobre os pontos importantes de lá, como o palácio, as igrejas e a arquitetura militar. Apesar de não ter gostado tanto do meu guia, achei o tour fundamental para conhecer e entender melhor a cidade. Hoje ainda há moradores na cidade velha, mas o guia nos contou que com o turismo veio a “restaurantização”, que ocupa muitos imóveis… De fato, há muitos restaurantes e lojas por lá.

A visitação às muralhas da cidade não estava inclusa no tour e fizemos por conta própria, em outro período. Há alguns tours guiados que levam às muralhas, mas achamos que ficaríamos mais a vontade sozinhas!  O acesso às muralhas é cobrado e o ingresso pode ser comprado lá mesmo. Essa passeio eu considero muito obrigatório! As vistas são incríveis… A maioria das fotos deste post foram feitas a partir das muralhas.

 

Infelizmente não tivemos muito tempo em Dubrovnik e ficaram muuuitos passeios por fazer. Na cidade velha tem um teleférico que leva para o Forte Imperial, construído no início do século XIX, que fica no alto de uma montanha. A vista de lá de cima deve ser de tirar o fôlego – nós tivemos um gostinho passeando de carro pela região. Lá na cidade também tem um pequeno porto de onde saem barcos de passeio e nós vimos também passeio de caiaque – esse eu queria muito ter ido! Também li sobre as praias e ilhas próximas que são lindas! Enfim, programe bem sua viagem para lá. Eu fui embora com a certeza de que preciso voltar!!!

Ps.: Esse post foi feito especialmente para você, fã de Game of Thrones que está super ansioso para o início da nova temporada no próximo domingo, dia 12! Se você está aí vendo as fotos e achando o lugar familiar, você está certo! Algumas cenas da série são gravadas lá… 😀

Compartilhe:

Oi, gente! 😀

No clima de Londres do post passado, hoje venho contar tuuudo para vocês sobre o tour dos estúdios de Harry Potter, oficialmente chamado de Warner Bros. Studio Tour London – The Making of Harry Potter. Quando estiverem programando viagem para Londres, já comprem os ingressos pela Internet no site oficial. Não da pra comprar no lugar e mesmo online, acabam rápido. Lá no site você terá que escolher uma data e horário para visitação. Aí basta levar o comprovante impresso e aproveitar!

IMG_20141120_194348Para chegar nos estúdios, é preciso ir até a estação de trem Watford Junction, da linha London Overground. De metrô, vá até a estação Euston – ela interliga a Northern Line do metrô com a London Overground do trem. Os tickets do trem (foto) podem ser comprados na hora nas maquininhas. A viagem é rápida, mas a duração pode variar! Para não ter erro, programe-se bem: No site da National Rail, que opera os trens, tem detalhes sobre preço, horário de partidas e duração das viagens – é bem tranquilo de usar!

Chegando na estação Watford Junction, vá em direção a saída e haverá um ônibus da Warner Bros, que leva os passageiros até a entrada dos estúdios. A passagem ida e volta do ônibus custa £2 por pessoa e só aceitam dinheiro – a cobrança é feita pelo motorista mesmo.

Transporte da estação Watford Junction para os estúdios da WB - Harry Potter

Transporte da estação Watford Junction para os estúdios da WB – Harry Potter

Bom, agora chegamos aos estúdios e vamos a parte que interesse: o tour! 😀 Bem no comecinho, até o salão principal, o tour é guiado e um funcionário acompanha os visitantes contando algumas histórias. É rapido! Logo eles liberam a galera para passear a vontade, ver e registrar cada detalhe! E olha que tem bastante coisas…

Logo de início, ao entrar no Salão Principal de Hogwarts, já da pra perceber como o passeio vai ser incrível! Sério, da pra se sentir no filme! haha Tem muitos detalhes: móveis, a enorme mesa de jantar, a lareira, janelas, portas, velas, figurino dos atores… eu achei muuuito legal!!

Salão Principal de Hogwarts

Salão Principal de Hogwarts

Depois do salão, tem de tudo que vocês possam imaginar de todos os filmes! O quarto dos meninos, a cabana do Hagrid, a sala comunal da Grifinória, o escritório do Dumbledore, a cozinha dos Weasley, váaarios objetos utilizados nos filmes, muuuitos figurinos de personagens.

Achei legal que eles também mostram como várias coisas foram feitas, como a caracterização dos duendes de Gringotes, as máquinas que fizeram as vassouras voarem e as que deram vida ao Hagrid e à coruja Edwiges. Mais pro final, você passa pelo Beco Diagonal, com suas lojas cenográficas e, para finalizar, há uma grande maquete do castelo de Hogwarts, que foi utilizada em todos os filmes. Difícil ficar só contando em palavras, né? Montei uma galeria de fotos para vocês:

 

No fim, há um loja com infinitas coisas relacionada aos filmes para você levar pra casa. Edições especiais dos livros, roupas, bichos de pelúcia, uniformes de Hogwarts, varinhas, vassouras, canecas, ímãs, chaveiros… muita muita coisa! Os muito fãs de Harry Potter vão ficar doidos… e pobres!

Espero que tenham gostado! Se tiverem alguma sugestão de assunto sobre Londres, me avisem! Se eu não souber ajudar, peço ajuda pra Milena que conhece super bem a cidade. 😉

Compartilhe:

Oi, meninas!
Lembram do post que falei sobre o free walking tour em São Paulo? Então, esse tipo de passeio é bem comum na Europa e, nas cidades mais turísticas, é fácil encontrar mais de uma empresa que faz esses tours. Nas minhas últimas férias eu viajei para lá, então hoje começo uma série de posts sobre os tours que participei. Eles são ótimos para ter uma visão geral da cidade e, é claro, economizar uma graninha!

Hoje o post é sobre o Free Tour of London, realizado pela empresa SANDEMANs NEW Europe lá em Londres. O tour começa no Covent Garden Piazza e tem início às 11h e as 13h, com duração de 2,5 horas. Basta chegar e procurar os guias com camisetas e guarda chuvas vermelhos. Quando há muita gente, o pessoal é dividido em grupos e cada um segue com um guia. No dia, nós podíamos escolher entre tours em inglês e espanhol. Para ajudar a contar como foi o tour, recorri ao Google para montar um mapinha. Vamos lá…

O início do tour é no Covent Garden Piazza, onde marquei com o bonequinho azul. Saindo de lá, o passeio passa pela The Lady Magazine (1), que é a revista feminina britânica mais antiga, que vem sendo publicada desde 1885. Depois, passamos pela The National Gallery (2), um dos museus de arte mais famosos do mundo, e pela Trafalgar Square (3), que tem um espaço bem amplo e movimentado, cheio de turistas. De lá, seguimos em direção ao Palácio de Buckingham, a residência oficial da família real.

No trajeto para o palácio, passamos pelo memorial do Rei George VI e de sua esposa Rainha Elizabeth (4) e acredito que foi a única estátua de mulher que eu vi (God Save The Queen! )… as de homens são incontáveis! Passamos também pelo Palácio de St James (5), construído pelo Rei Henrique VIII em 1530 e, nesse trecho do tour, o guia nos contou histórias sobre o famoso rei, seus 6 casamentos (seis!) e sua polêmica decisão de romper as relações com o papa, separando a Igreja Anglicana da Igreja Católica. Ao lado do palácio, na Stable Yard Road (6), tem um portão da Clarence House, que já foi residência real, e lá pudemos ver de perto os famosos guardinhas reais, com seus tradicionais uniformes e chapéus nas suas “casinhas” – andavam um pouquinho e voltavam.

Depois, passamos pelo Palácio de Buckingham (7) e entramos no St James Park (8), onde ficamos um tempinho com o guia contando mais algumas histórias e curiosidades da cidade e da família real. Me lembro de uma história que ele contou sobre um cara que invadiu o palácio – eu achei os detalhes tão bizarros que fui procurar no google e é verdade – está na Wikipedia!  Saindo do parque, fomos em direção à Praça do Parlamento, onde o tour acaba. Lá, vimos a abadia de Westminster (9), o Palácio de Westminster (10) e o Big Ben (11), cartão-postal da cidade.

 

Vale lembrar que não entramos em nenhum lugar, só passamos andando e há algumas paradas para o guia falar sobre o local.  Como o nome indica, o tour é gratuito e, no fim, os turistas são convidados a dar gorjetas para o guia. Não é obrigatório e cada um paga quanto acha que o passeio vale. Eu gostei bastante e recomendo!

É isso! Espero que vocês gostem do post e se animem a visitar Londres, que é uma cidade incrível! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe: