Oi, meninas!
Voltando ao clima de verão e ao nosso belíssimo nordeste, hoje conto para vocês sobre a bela Maragogi. :)

Maragogi é um município que fica no litorial norte de Alagoas, quase Pernambuco. Fica a 125 km da capital Maceió e tem a mesma distância de Recife. Embora tenha praias lindas, o grande destaque de Maragogi está nos arrecifes de coral, que na maré baixa formam piscinas naturais lindíssimas! Eles ficam numa região de preservação e existem três áreas abertas a visitação: Galés, Taocas e Barra Grande ao norte.

Galés de Maragogi - Alagoas

Galés de Maragogi – Alagoas

Só tive oportunidade de conhecer as Galés, que ficam a quase 6 quilômetros do litoral, e recomendo muuuuito o passeio! Como fiquei hospedada em Maceió, resolvi fazer o trajeto para Maragogi com a Jaraguá Turismo. O passeio para as piscinas depende da maré então saímos bem cedinho de Maceió: O ônibus passou no hotel às 5h e a viagem durou umas 2 horas e meia até o Restaurante e Receptivo Frutos do Mar, responsável pela visita às piscinas naturais.

Para visitar as galés a maré precisa estar baixa, então consulte uma agência e a tábua de marés. O passeio é feito apenas por equipes autorizadas! Nós embarcamos em um catamarã e o passeio todo foi uma delícia. Chegando nas galés, descemos todos em grupo e ficamos por lá, entre os peixinhos , nadando nas piscinas de águas cristalinas: o paraíso! Para quem quiser, há equipamento de mergulho para aluguel e também é possível agendar um horário para mergulhar com instrutor e cilindro.

Sorrindo em baixo d'água :D

Sorrindo em baixo d’água :D

Eu amei o lugar e recomendo muito o passeio. Uma dica importante: evitem alta temporada! Eu fui em dezembro e estava muito lotado! Vários barcos vão juntos, então é preciso disputar espaço. Ah! Outra recomendação é levar sua máquina fotográfica ou celular com capa a prova d’água. Sempre há serviço de fotos, mas elas são caras e eu acabei aproveitando poucas.

Compartilhe:

“Ai, que saudades do céu, do sal, do sol de Maceió…” ♪♪

Ahhh o verão! Adoro essa estação do ano e nosso país é privilegiado com esse imenso e lindo litoral, né? Nas minhas últimas férias no Brasil, me apaixonei por Maceió! Na verdade, pelo litoral de Alagoas, que é repleto de praias incríveis!!! O post de hoje dedico às belíssimas praias de Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca, que ficam no centro de Maceió. Na real, é como uma praia só. Não tem exatamente uma divisão entre as praias… ou pelo menos eu não vi. 😀

PRAIA DE PAJUÇARA

A Praia de Pajuçara é uma praia urbana que fica ao sul da Ponta Verde. Que praia linda, gente! Um paraíso de areias e águas claras. Há alguns quiosques na orla e também ambulantes alugando cadeiras e vendendo bebidas e petiscos. Praia perfeita para aproveitar bastante o calor de Maceió!

Praia de Pajuçara

Praia de Pajuçara

A praia de Pajuçara é bem conhecida pelas piscinas naturais e também pelas jangadas que te levam até elas em um passeio de ~15 minutos. Tem várias jangadas na areia e basta passar por perto que vários jangadeiros vão oferecer os passeios. As piscinas se formam apenas com maré baixa, então tem que consultar a tábua de marés!!!

PRAIA DE PONTA VERDE

A Praia de Ponta Verde é uma das mais movimentadas de Maceió. Há muitos hotéis e quiosques na região – os mais famosos estão lá! A orla é ótima, cheia de coqueiros, com calçadão e ciclovia, perfeita para um passeio a beira-mar! Tem aluguel de bicicleta e pedalar com aquela vista é super agradável – recomendo! O mar é tranquilo, mas em algumas partes quase não tinha gente na água! Em alguns pontos a faixa de areia estava bem estreita, um pouco suja e em outros pontos havia muitas algas. Ah! Na orla, há uns quiosquinhos que vendem tapiocas deliciosas!

Praia de Ponta Verde

 

PRAIA DE JATIÚCA

Ao norte da Ponta Verde há a Praia de Jatiúca. Ela é linda demais e bem mais tranquila quando comparada à Ponta Verde ou Pajuçara. Eu a conheci andando de bicicleta pela orla e vi que mais perto da Ponta Verde tem hotéis, restaurantes e quiosques, mas indo mais pro norte, tem uma parte mais vazia, onde há alguns hotéis a beira mar. Não havia muita gente na água e reparei que há muito mais ondas que as praias vizinhas, então imagino que o mar lá seja mais agitado e, por isso, mais vazio. De qualquer forma, vale a visita porque é paradisíaca!

Praia de Jatiúca

Praia de Jatiúca

 

Dentre as três praias, gostei mais da região entre Pajuçara e Ponta Verde. Há boa estrutura para turistas então é uma ótima opção se hospedar por lá!  Quando fui, alugamos um carro para ir a praias mais distantes. O litoral de Alagoas é incrível e em outros posts conto mais sobre a região!

Compartilhe:

É tão difícil e ao mesmo tão fácil falar de Ubatuba pra mim. Tenho um sentimento especial por esse lugar! Foi lá que passei réveillons incríveis, conheci amigos e visitei praias lindas! Para quem não conhece esse pedacinho do litoral brasileiro, precisa conhecer. É lá que se concentram as praias mais preservadas (e bonitas) do litoral paulista.

ubatuba-01

Então vamos lá…

Ubatuba tem mais de 70 praias ao longo de 90 quilômetros. Tem praias para todos os gostos, das mais preservadas com menos infraestrutura (trilhas para chegar) até as praias com mais infraestrutura e fácil acesso. As praias de surf e mergulho.

Nas proximidades de Caraguatatuba, ao Sul, as tranquilas Domingas Dias e Enseada são frequentadas por famílias, enquanto Grande e Tenório têm faixas de areia disputadíssimas.

Na minha opinião, as praias do norte de Ubatuba são as mais bonitas! As ondas de Itamambuca e Félix atraem surfistas. Já Prumirim é pequena e povoada pelos condôminos. Já as Praias como Puruba e Brava do Camburi têm acesso mais difícil e portanto são mais preservadas. Não há estrutura na praia, então é importante levar água e comida!

Almada é uma praia badalada, com estrutura de bares e restaurantes e que atraem diversas famílias devido ao mar bem calmo! Para quem gosta de onda, basta atravessar uma pequena trilha e acessar a Brava da Almada!

A cidade ainda tem cachoeiras, muitas trilhas, trekking que percorrem praias desertas, costões, rios e ruínas de fazendas, sempre envolvidos pela Mata Atlântica.

Dicas

  • O ideal para conhecer mais de uma praia em Ubatuba é ir de carro. A distância entre uma praia e outra é grande e feito através de rodovias.
  • As praias mais preservadas possuem muita mata e portanto bastante mosquito, não esqueça o repelente!
  • Ubatuba tem lindas ilhas tbem, como a Ilha do Prumirim. Vale a pena pegar um barquinho e conhecer.
  • No centro da cidade tem o projeto Tamar, vale a pena ir conhecer o trabalho deles e visitar as tartarugas.

Onde ficar

  • Como são muitas praias, é difícil indicar uma pousada para ficar. Na parte norte, praias como Itamambuca e Felix têm ótimas opções de pousadas.
  • Outra opção é alugar uma casa. Tem diversas opções em condomínios como Prumirim e Itamambuca.
  • São poucas praias que possuem infra para camping, mas a Praia da Almada é uma opção para quem gosta de acampar!

Ficou com alguma dúvida?! Escreva para nós!
Tem dicas sobre Ubatuba?! Compartilhe!

Compartilhe:

paraty-turismo-01

Pensa em uma cidade colonial! Paraty é considerada Patrimônio Histórico Nacional, preserva até hoje os seus inúmeros encantos naturais e arquitetônicos. Passear pelo Centro Histórico de Paraty é como entrar em uma novela! As ruas são de pedras, as construções de casarões e igrejas refletem a história.

Caminho do Ouro: Estrada construída pelos escravos entre os séculos XVII e XIX, a partir de trilhas dos índios guaianazes, a Estrada Real, Caminho do Ouro em Paraty, está bastante preservado e se encontra envolto pela exuberância da Mata Atlântica do Parque Nacional da Serra da Bocaina.

Ponto de passagem obrigatório, nos séculos XVII e XVIII, o caminho ligava Minas Gerais a Rio de Janeiro e São Paulo. No chamado “Ciclo do Ouro”, Paraty exercia a função de Entreposto Comercial e também por sua posição geográfica, porto escoadouro da produção de ouro de Minas para Portugal. Foi uma das mais importantes cidades portuárias do século XVIII.

É na estrada do ouro que concentram diversas cachoeiras, ateliers, alambiques, comidinha caseira e muito mais. A visita é imperdível!

As praias no Centro de Paraty não são atrativas aos turistas, mas a região de Paraty têm parias incríveis! Com mar verde esmeralda, areia branca, vegetação e paisagens exuberantes! Se você está de carro e gosta de sossego, vale conhecer as praias da região: Cachadaço ou Trindade (Trindade), Meio ou Codó (Trindade), Fora ou Ranchos (Trindade), Cepilho (Trindade), Brava (Trindade), Laranjeiras, Sono, Antigos, Ponta Negra, Martim de Sá, Joatinga, Pouso da Cajaiba, Ilha Pelado Grande, entre outras! Veja a descrição e distancia de cada praia, aqui.

Uma outra opção é pegar um passeio de barco/escuna, com capacidade para até 150 pessoas, os passeios duram em média cinco horas, saem do cais aprox. 10:00h e fazem de três a quatro paradas em ilhas e praias. A outra maneira de fazer um passeio de barco é alugar uma embarcação exclusiva para você. As baleeiras (espécie de embarcação que antigamente eram usadas para pesca e atualmente foram adaptadas para o turismo) são a mais procuradas para esse fim, pois são baratas e podem levar até dez pessoas pelo mesmo preço (a desvantagem é que são lentas e barulhentas). Outras opções de aluguel de barco são as lanchas e os veleiros. No aluguel desses barcos está incluso o marinheiro/piloto que poderá dar dicas de lugares.

Toda vez que vamos para Paraty, a opção é ficar no centrinho histórico para aproveitar aquele clima bucólico, mas no site de Turismo de Paraty tem várias opções para você escolher, confira aqui.

Conhecer Paraty é muito mais que um passeio gostoso! É conhecer um pouco da história do nosso pais…vivenciar a cultura dos primeiros habitantes e respirar cultura….

Se você vai de carro, estique a viagem até o Saco do Mamanguá ou conheça as ilhas de Angra dos Reis!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe: