Quem mora em São Paulo já deve ter ouvido falar da exposição do Castelo Rá-Tim-Bum que está rolando no MIS (Museu da Imagem e do Som), né? Na verdade, o alvoroço sobre essa exposição está tão grande que imagino que a notícia se espalhou pelo país! Filas e filas para conseguir ingresso, site fora do ar com tantos acessos… uma loucura! A boa notícia é que, como a procura está tão grande, a exposição foi prorrogada até 25 de janeiro de 2015.

Os ingressos podem ser comprados na própria bilheteria do MIS e são sempre para o mesmo dia da compra. Além da data, os ingressos tem também um horário específico definido para entrada na exposição. De tempos em tempos eles liberam lotes de ingressos para venda pela internet, por meio do Ingresso Rápido. Lá no site tem todos os detalhes! O problema é que os ingressos acabam MUITO rápido. Eu consegui comprar o meu pela internet, mas foi bem difícil. No dia, o site estava com vários problemas!

Depois desses percalços, vamos ao que interessa: a exposição! Para quem não sabe, o Castelo Rá-Tim-Bum era um programa de televisão, voltado para o público infantil, que passava na TV Cultura, entre 1994 e 1997. A atração se passava dentro de um castelo e, na exposição do MIS, tem cenários de muitos ambientes, móveis, objetos, bonecos e figurino de vários personagens (o da Morgana é demais!)! É como voltar a infância e ainda por cima entrar na TV! A exposição é curta, mas foi bem legal ver tudo de pertinho! E tem de tudo mesmo…

Castelo Rá-Tim-Bum

Castelo Rá-Tim-Bum

Para começar… “Klift Kloft Still, a porta se abriu!“. Sim!! O porteiro está lá para recepcionar todo mundo! E tem a biblioteca e o Gato Pintado, o relógio, o Mau e o Godofredo, o ratinho (Lava, lava, lava, lava… Uma orelha, uma orelha… Outro orelha, outra orelha! ♬), o quarto do Nino, o quarto da Morgana e a Adelaide e, é claro, o salão principal! Lá tem a árvore e a Celeste, a casinha do João-de-barro (Passarinho! Que som é esse? ♪), o lustre das fadinhas, o sofá… O salão foi a parte que eu mais gostei, com certeza! É bem bonito e parece mesmo que você está no programa. E a Celeste é demais! hahaha 😀

Porteiro – Celeste – Adelaide

E aí? Curtiu? É um ótimo passeio para as crianças daquela época e para as de hoje, também! Mesmo sem conhecer o programa de TV, o ambiente mágico encanta!

Castelo Rá-Tim-Bum - A exposição

Onde: Museu da Imagem e do Som (MIS): Avenida Europa, 158 – São Paulo

Quando: Até 25 de janeiro de 2015
Terças a sextas das 11h às 21h
Sábados – somente para venda online
Domingos e feriado das 09h às 20h

Quanto:
Na bilheteria, R$10 e no site R$20 (inteira)

Compartilhe:

A comida de rua está mesmo se espalhando pela cidade de São Paulo! São barraquinhas, food trucks, kombis e até bicicletas… O importante é ter boa comida e estilo! No post de hoje eu conto sobre o Butantan Food Park e algumas comidinhas que provei lá.

O Butantan Food Park foi um dos pioneiros e conseguiu juntar uma grande variedade de comidas em um espaço amplo e muito bem organizado! Há alguns food trucks e várias barraquinhas com comidas de países variados! Eu gosto bastante do lugar e, na minha opinião, uma das vantagens desse food park são as grandes mesas coletivas. A comida é de rua, mas elas tornam a experiência muito mais agradável e confortável. É como se fosse um grande piquenique!

Butantan Food Park

A variedade de delícias que encontramos lá é realmente grande e os participantes não são sempre os mesmos, então fiquem de olho na fanpage deles no Facebook para saber o cardápio do dia. Eu já fui algumas vezes e deixo uma listinha do que provei e aprovei: os hamburgueres do Burger Lab, a comida indiana do Taj, waffles do Waff, fritas no cone do Henri’s, empanadas maravilhosas do Hugo Giordano, picolés artesanais delícias do Me Gusta,  sorvetes do Candy Crush… Hmmmm! fiquei com fome só de escrever! 😀

Para ser ainda melhor, o Butantan Food Park funciona diariamente! Durante a semana fica bem movimentado na hora do almoço, mas eu achei bem tranquilo. Pode haver um pouco de fila, mas nada que atrapalhe. Aos fins de semana é mais cheio e aos domingos, o food park recebe o evento Feirinha Gastronômica, diversificando ainda mais os sabores que o local oferece.

Recomendo a visita, viu? Dê uma olhadinha nos horários, deixe a dieta um pouco de lado e vá conhecer! 😉

butanta-foodpark

Onde: Rua Agostinho Cantu, 47– Butantã
Quando:  Segunda à Quarta – 11h às 16h
Quinta à Sábado – 11h às 22h
Domingo – 12h às 19h.
Entrada: Gratuita
Mais informações, clique aqui.

Compartilhe:

O objetivo de um free walking tour é fornecer um passeio guiado, a pé e recheado de informações locais, culturais e históricas. Ou seja, uma maneira perfeita de conhecer mais sobre uma cidade! A ideia é bem difundida pelo mundo e temos alguns exemplares no Brasil. Como o nome diz, os tours são gratuitos!  Não há um preço definido e obrigatório e o trabalho dos guias é baseado apenas em gorjetas. A ideia é assim: no fim do tour, se quiser, você paga quanto você acha que valeu o passeio. Bacana, não?

Aqui na cidade de São Paulo, a empresa São Paulo Free Walking Tour foi fundada em 2011, sendo a pioneira no conceito de “free walking tours” no Brasil e em São Paulo. Desde o início de 2012 os tours foram abertos ao público e eles trabalham com duas opções de passeios: Centro velho e Avenida Paulista. Os tours são voltados para turistas e são feitos em inglês. De acordo com Rafael Freitas, um dos responsáveis pela empresa, mais de 14.000 turistas já participaram dos tours! Eu já participei dos dois e adorei, então conto mais detalhes para vocês!

O tour do Centro Velho começa na Praça da República e o ponto de encontro é o Centro de Informações Turísticas. De lá seguimos andando e passando por ícones da cidade, como edifício Copan, Galeria do Rock, Viaduto Santa Efigênia, Prédio do Banespa, Pátio do Colégio, Praça da Sé, Theatro Municipal, entre outros. O guia, Rafa, que nos acompanhou é ótimo e foi nos contando histórias e curiosidades sobre cada ponto que passamos. Eu adorei o passeio, principalmente porque é raro eu ir para o centro e lá está cheio de construções lindas e boas histórias!

Viaduto Santa Efigênia - São Paulo Free Walking Tour  -  Centro Velho

Viaduto Santa Efigênia – São Paulo Free Walking Tour – Centro Velho

O tour da Avenida Paulista começa na altura do metrô Consolação, no cruzamento da Paulista com a Augusta. De lá, fomos em direção ao começo da avenida, passando por ruas bem próximas e acabando na praça Oswaldo Cruz. Quando participei, o guia falou dos imóveis tombados pelo patrimônio histórico, sobre a família Matarazzo e sua relação com a avenida mais conhecida da cidade e nos contou curiosidades sobre várias construções! Mesmo sendo paulistana e passando frequentemente pela Paulista, eu não sabia da maioria delas, o que deixou o tour ainda mais incrível!

Avenida Paulista - São Paulo Free Walking Tour

Avenida Paulista – São Paulo Free Walking Tour

A dica está dada, galera! Para participar, não é necessário se inscrever. Basta ficar de olho nos horários e aparecer no ponto de encontro uns 15 minutinhos antes. Para grupos fechados, eles oferecem os Private Tours, agendados previamente através do site.

São Paulo Free Walking Tour
* Tour Centro Velho: Segundas, quartas e sábados, às 11h30.
* Tour Avenida Paulista: Quintas e domingos, às 15h30.
Site: http://www.saopaulofreewalkingtour.com | E-mail: spfreewalkingtour@gmail.com

E vocês? Já participaram de algum free walking tour por aí? Venham me contar quando participarem em São Paulo! :)

Compartilhe:

“São Paulo não pode parar”, já diz o ditado.

Sobre isso só temos uma coisa para dizer: Se São Paulo não pode parar, os paulistas e turistas também não! Então que tal aproveitar os finais de semana ou feriados para conhecer o Centro de São Paulo?

O centro têm excelentes opções de restaurantes (veja aqui o post sobre restaurantes no centro), atrações culturais e compras. Então Bora conhecer o Centro! Como diz a vinheta do telejornal da manhã, Vambora Vambora, tá na hora, Vambora! 

free-tour-sp

City Tour Histórico
Páteo do Colégio, Largo São Francisco, Marco Zero, Catedral da Sé e diversos pontos históricos são roteiros do Free Tour. Todo domingo, as 10h30, no Café Girondino (esquina da Rua Boa Vista com a Rua São Bento), curiosos, turistas, amantes e cidadãos de São Paulo, saem para conhecer o centro de SP no “free walking tour”. O custo é ao gosto do freguês, que paga o quanto acha que valeu o tour, depois de rodar por cerca de duas horas e meia. Todo o trajeto é feito a pé, e as informações sobre os lugares são dadas tanto em português quanto em inglês.

City Tour do Metrô metrosp
O metro de São Paulo é uma excelente maneira de conhecer a cidade e principalmente 
o centro. Não é por acaso, que eles oferecem um City tour pela cidade com o custo apenas do bilhete do metro. As saídas são feitas da Estação da Sé, aos finais de semana. Informe-se em qualquer estação!

Mercadão Municipal
Alem da opção gastronômica, já citada no post sobre os restaurantes do Centro, o Mercadão oferece um passeio por dezenas de barraquinhas de frutas.

mosteiro-sao-bento

Mosteiro São Bento
Com mais de 400 anos de História, o Mosteiro sempre teve grande influência na cidade e hoje atrai diversos turistas. As missas com canto gregoriano são lindas e acontecem as 2ª à 6ª feira (7h), Sábado (6h) e Domingos (10h). Após a missa não deixe de passar no Café Girondino.

 

salasp

Sala São Paulo ou no Teatro Municipal
Assistir a um concerto é atividade que todo paulistano deve fazer! A programação é extensa e bem diversificada. Vale sempre espionar o site e conferir a programação do mês e comprar os ingressos com antecedência (em geral esgota muito rápido). Aos domingos têm sempre programações mais acessíveis ao publico ou visitas guiadas.

 

Centro Cultural BB
O CCBB São Paulo ocupa o prédio construído em 1901 na Rua Álvares Penteado, com diversos espaços nos quais são realizados atividades nas áreas de cinema e vídeo, dança, exposições, ideias, música, teatro e programa educativo. Com preços bem acessíveis, vale consultar a programação com antecipação.

Apreciar a vista da Torre do Banespabanespa

Considerada um dos cartões postais de São Paulo, a Torre do Banespa, sede do banco homônimo, proporciona uma vista da cidade que abrange a Serra da Cantareira e o Pico do Jaraguá, num raio de até 40 quilômetros em dias claros. Esse ponto turístico recebe até 5.600 pessoas por mês e seu topo é acessado por uma escadaria a partir do 34º andar da torre. Visitas de segunda a sexta, das 10h às 17h.

 

pinacoteca

Museu da Língua Portuguesa e Pinacoteca
Pegar o metro e descer na Estação da Luz é ideal para um programa cultural, iniciando pelo museu da língua portuguesa com pausa no café da Pinacoteca e seguindo para conhecer a incrível Pinacoteca.

 

 

 

 

 

Feira da Liberdade
Todo final de semana acontece a tradicional feira na Liberdade que oferece culinária típica oriental como o yakissoba, tempurá e guioza, um pastelzinho da Indonésia.

Compras
Fazer um roteiro de compras entre a Rua 25 de Março, os bairros do Brás e do Bom Retiro é sempre uma pedida para quem quer economizar.

ciclofaixaCiclofaixa do Centro

Todo domingo, das 7h as 16h, é possível conhecer o centro de bike. Com sinalização e infraestrutura para os ciclistas, a ciclofaixa é uma alternativa para conhecer o centro.

 

 

Já montou o roteiro? Conta pra gente como foi =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe: