Como contei pra vocês no post da semana passada, eu fiz uma viagem com meu marido e um casal de primos. Montamos o roteiro e seguimos viagem por 12 dias, passando por Barcelona, Paris e Lisboa.

Fique ligado nas dicas 😉 Nosso primeiro destino: Barcelona.

foto-barcelona-01

A expectativa por Barcelona era grande, afinal de contas, nunca ouvi ninguém falar mal da capital da Catalunha. E pude comprovar o que todos falam desde o momento que pisei no aeroporto. Barcelona é um lugar que tem história mas também é moderna. Tem clima agradável e lugares incríveis para conhecer, como: passear pelos bairros medievais, ver as fachadas modernistas de Gaudí, subir ao Parque Güell e a Montjuïc, e muito mais!

barcelona4-01

Quando ir:  O inverno é ameno, faz temperaturas entre 5 e 14 graus e o verão é quente, chegando a temperaturas superiores aos 30 graus. Chove pouco mas, nos meses de setembro e outubro são onde concentram o período de chuva.

Quanto tempo ficar: Nós ficamos 5 dias. Foi suficiente para Barcelona, mas não conseguimos fazer os bate-volta nas cidades ao redor. Acho que o ideal em Barcelona é no minimo 1 semana para fazer com mais calma os passeios. Mas se você não tem esse tempo, vá mesmo assim…com certeza será um lugar que você voltará em outras ocasiões.

Como chegar: A Singapore e a TAM são as únicas com vôos direto do Brasil a Barcelona, saindo de São Paulo. A TAM abriu vôo direto em setembro/2015. Nós fizemos por AirFrance e conexão em Paris, um voo de 13h no total, mas bem tranquilo.

Onde ficar: São muitas as opções. Nós optamos ficar próximo ao Passeio de Gracia, no ponto onde cruza com a Av. Diagonal. É uma região onde estão concentradas as lojas mais chiques e onde estão os bons restaurantes. Como há escritórios por ali, é uma região bastante movimentada durante a semana também. De lá, é bem fácil ir a pé pra Sagrada Família, La Pedrera, Casa Batló, etc.

barcelona-01

E fica próximo ao centro também. O caminho ( Passeio de Gracia até Centro) é bem agradável, tando de dia quanto a noite.

Outras opções de onde ficar:

  • Praça Catalunia: A outra metade do Passeio de Gracia termina na Praça Catalunia e é mais movimentada e turística. Por ali, muitos restaurantes fast food e o burburinho das Ramblas.
  • Ramblas: O coração turístico de Barcelona pulsa nessa região, que na minha opinião deve ser a maior concentração de brasileiros por metro quadrado (rs).
  • Bairro Gótico: Gostoso destino para passear e sentar em barzinhos. É central e bem movimentado durante dia e noite.
  • Barceloneta/costa: Um pouco longe do centro e das principais atrações. Mas se a ideia é descançar, pode ser uma opão. Tem excelentes opções de hotelzão com bons preços.

barcelona2-01

Quanto gastar: Lógico que depende muito do estilo de viagem de cada um. Mas com o euro bem desfavorável, nós optamos por não extravagar nas despesas. Estabelecemos uma média diária de 85 euros para o casal (fora hospedagem). E conseguimos ficar na média! Alguns dias você passa do valor, compensa no outro. E assim vai…

Como contei no post da semana passada, nós ficamos em um apartamento, então compramos café da amanhã e tomávamos em casa. Fazíamos uma refeição completa (incluindo vinho) por dia e na outra refeição nós lanchávamos – os sanduíches são ótimos. Sem muito luxo, mas sem faltar nada.

Algumas referências por pessoa:

  • Garrafinha de água: De 0,35 a 2,5 euros (depende de onde você compra!)
  • Sanduíche com refrigerante: De 4 a 7 euros
  • Jantar completo com vinho: De 10 a 18 euros
  • Supermercado (Pão, café, leite, suco, manteiga e frios): De 1 a 3 euros
  • Tour de ônibus válido para 1 dia: 27 euros
  • Entrada na Sagrada Família: 20 euros
  • Entrada em Museus: Aprox. 10 euros
  • Taxi Aeroporto até Passeio de Gracia: 35 euros
  • Locação do apartamento: 90 euros a diária/4 pessoas
  • Hotel 3 estrelas na mesma região: 120 euros/casal

O que fazer: Falar dos pontos turísticos é fácil, você já deve estar cansado de ler sobre os principais pontos de Barcelona, como Casa Batlló, Passeig de Gràcia-La Pedrera, Montjuïc, Bairro Gòtico, Plaça de Catalunya, Sagrada Família, Park Güell, Tibidabo, Estádio do Barcelona, Hospital Saul Paul, etc…

São muitos lugares e dá para enlouquecer de ansiedade. Então a minha recomendação é fazer o Hop-on Hop Off, um ônibus de turismo que é bem cheio mas é uma boa opção para entender a cidade. Entender a localização dos principais pontos, saber melhor os destinos que pretende descer, alem de ouvir a história de cada ponto. É dado aos passageiros um bloquinho com descontos em vários pontos turísticos, dá até para economizar.

São 3 linhas que atendem a cidade inteira. Você pode subir e descer onde quiser e pegar o próximo ônibus, que passa de 15 em 15 minutos. Começa as 9h da manhã e fica até as 22h.

Mas eu conto melhor sobre cada ponto turístico em posts futuros 😉

barcelona-oquefazer-01

Bate volta: Nós não conseguimos fazer nenhum. Mas deve ser muito bacana:

  • O mosteiro de Montserrat está a 45 minutos de trem.
  • Girona e Tarragona também rendem bate-voltas bacanas, de cerca de 1 hora.
  • Sitges o simpático – e simpatizante – balneário.

Para ir às Baleares – Ibiza, Maiorca, Menorca, Formentera – prefira o avião ao ferry-boat. Valencia, a nova vedete catalã, está a 3 horas de trem. San Sebastián, porta de entrada para o País Basco, a 5h30. Granada, a Andaluzia mais próxima, é de avião (de trem são 12h).

Acho que é isso.
Espero que aproveitem 😉
E até breve.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *