Ah, minha viagem está chegando ao fim ;-(

Como todos estão acompanhando aqui, o primeiro destino das minhas férias foi Barcelona, depois Paris e para fechar com chave de ouro, Lisboa!

Chegar em Lisboa, é um caos delicioso, rs. Chegamos no dia de greve dos taxistas, o aeroporto estava lotado, com filas de 3 horas para pegar um táxi, comprar um tíquete de metro ou até pegar informação nas estações. Nossos amigos portugueses não são tão organizados mas são super divertidos! O lado bom de chegar a Portugal: o clima estava quente, a comunicação é fácil, a cidade é pequena…e os portugueses super simpáticos!

Podemos dizer que Lisboa tem tanta bossa, que é ponto obrigatório em umas férias pela Europa.

lisboa-01

Quando ir

A resposta é Fácil, sempre! Eu gostei tanto de Lisboa, que dá vontade de encaixar a terrinha lisboeta em cada parada da minhas próximas viagens.

Os invernos são amenos (8ºC a 15ºC) em dezembro, janeiro e fevereiro e pouco chuvoso.

Junho, julho, agosto e setembro são quentes, e parecidos com o nosso verão – máximas próximas a 30ºC e mínimas no entorno dos 20ºC – e quase não chove no meio do ano.

Abril, Maio e outubro têm temperaturas entre 15ªC e 20ºC e chuvas moderadas. Março e novembro podem ter mínimas próximas de 10ºC, com máximas não muito acima dos 15ºC. Novembro é um mês bastante cinza, com chuvisqueiro.

Onde ficar

Nós compramos os bilhetes nos Correios do aeroporto, a fila estava bem menor e então, não sofremos com as filas da greve. Seguimos em direção ao Chiado, bairro onde nos hospedamos. Considerado o coração de Lisboa, o Chiado fica ao pé do bairro alto e é a região mais artística e cosmopolita de Lisboa, têm vários cafés, teatros, galerias, lojinhas e lugares para comer um pastelzinho de nata.

Nós alugamos um apartamento, o melhor de toda a viagem. O apartamento tinha dois quartos e um sofá cama na sala. Era bem limpo e todo arrumadinho. Sem falar que o anfitrião do apartamento morava no primeiro andar do prédio, então qualquer problema ou dúvida, ele estava lá a disposição. Sem contar a simpatia, nos deu todas as dicas de restaurantes locais, fez reserva nos lugares para nós e era super bom para sentar e tomar uma cerveja! Enfim, adoramos o apartamento, que encontramos no Airbnb e pagamos R$ 140,00 por dia, ou seja, R$ 35,00 por pessoa. Super barato!!!

Enfim, eu super recomendo ficar no Chiado ou no Bairro Alto. Está perto de tudo, tem fácil acesso ao transporte público, e tem vários restaurantes.

bairroalto-01

O que fazer em Lisboa

Apesar de pequena, Lisboa tem atrações para 4 a 5 dias, tranquilamente!

Nós optamos por fazer o Bus Tour, para ter uma ideia geral da cidade. Mas mesmo assim, não é tão fácil e dessa vez, não achei que valeu tanto a pena. Acho que o melhor aliado é o sistema de transporte público. O táxi também é uma boa opção, porque os preços são bem camaradas!

No primeiro dia, nós ficamos no Chiado, Bairro Alto e Castelo de São Jorge 

Cheio de ladeiras e ruelas estreitas, Chiado e Bairro Alto são cheios de pequenos restaurantes e lojinhas. As ruas são enfeitadas por luzinhas, bandeirinhas e outros adornos.

Pegue o bondinho e vá até o Castelo de São Jorge. Volte andando e passeando pelas ruazinhas.

salvejorge-01

No segundo dia, fomos conhecer o centro – Bairro do Rocio e Praça do Comércio
É o centrinho histórico da cidade. Com prédios antigos, lojinhas charmosas e ruelas cheias de mesinhas nas calçadas, é um lugar delicioso para experimentar um bolinho de bacalhau com cerveja 😉 Uma caminhada por suas ruas termina na Praça do Comércio, um pátio enorme com vista para o mar e um arco lindo.

lisboa-comercio-01

No terceiro dia, vá a Belem! Mosteiro dos Jerónimos, Jardim de Belém e Pastéis de Belém
Belém fica um pouco afastado do centro de Lisboa, é preciso ir de ônibus.

É lá que fica o Mosteiro dos Jerónimos e da catedral. O Jardim de Belém é perfeito para uma caminhada com calma, com direito a descanso no banco mais próximo para observar o paisagismo do local, com suas flores, árvores e uma bela fonte.

De lá, seguimos para a Torre de Belém e fechamos com a confeitaria dos Pastéis de Belém, onde se vende o verdadeiro e original pastel de nata português. As filas do lado de fora são grandes para quem quer comprar para viagem, mas o interior é enorme e tem vários ambientes cheios de mesas para quem quer degustar essa maravilha quentinha com calma. Vale a pena e, sem duvida, foi o melhor pastel de nata!

belem-lisboa-01

Quarto dia, bate-volta em Sintra

sintra-lisboa-01

Acorde bem cedinho no quarto dia para ir à estação do Rossio pegar o comboio com destino a Sintra, onde você visitará atrações lindíssimas, como o Palácio da Pena, o Castelo dos Mouros, a Quinta da Regaleira e outras maravilhosas construções históricas. Se puder, durma um dia lá para fazer tudo com mais calma.

Nós conseguimos visitar apenas 2 castelos.

Outros bate-voltas: Cascais e Fátima, são ótimas opções.

Quanto gastar em Lisboa

Sem dúvida, foi o destino mais barato das férias.

  • Hospedagem, como eu já disse, custou 140,00 por dia, ou seja, R$ 35,00 por pessoa.
  • Café na Padaria = 2,5 euros por pessoa (Café, Suco de Laranja e Misto quente)
  • Ônibus de Turismo = 18 euros
  • Os pratos são fartos e dão para duas pessoas, comemos um polvo com vinagrete maravilhoso, um bacalhau com natas incrível, arroz com frutos do mar…os pratos variam de 10 a 25 euros.
  • Souvenir = o melhor lugar para comprar presentinhos. Imã de geladeira por 2 euros.
  • Pasteis de Belem = 1 euro

comidas-portugal-01

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *